maio
20

“As histórias de amor podem não ter futuro, mas têm sempre passado. É por isso que as pessoas se agarram a tudo o que as remete de volta ao que perderam. Os livros que elas leem sempre dizem respeito ao passado. Romances históricos, memórias, biografias, tudo tem que ser escrito em retrospectiva, senão não faz sentido. Ninguém quer lero que está por vir, à beira do abismo. As pessoas precisam se agarrar ao que já conhecem. Os modernismos não podiam mesmo durar. Nem as revoluções. Ninguém vai construir a casa à beira do abismo”.

filho-da-mae

Nesta madrugada, li a última frase da página 199 do novo livro desse rapaz que escreve como um deus e… voltei à primeira palavra do capítulo inicial da trama ambientada em São Petersburgo, enlaçando mães, filhos, incomunicabilidade e guerra. É quase cinema, garanto. O título dá sequência à coleção ‘Amores expressos’, inaugurada pela Companhia das Letras em 2008 com ‘Cordilheira’, escrito por Daniel Galera em suas andanças pela Argentina.

* Trecho de Bernardo Carvalho e capa da Retina_78 *

Você pode deixar uma mensagem, ou um trackback do seu próprio site.

2 respostas to “'Verdades a granel' por Bernardo Carvalho”

 
  1. beleza monica.
    adorei o trecho.
    mas nao tem mesmo como escrever sobre o futuro.
    ainda nao aconteceu, neh?
    ainda q de pra palpitar…vira adivinhazao ou sei lah..ficzao. (!!!)
    hum..serah que tudo eh ficzao?

    bjs
    e tenha um beliiiiiissimo dia…….. 🙂
    paul

  2. Gabriella disse:

    A gente tende a consumir o que tem semelhanças, e isso é em tudo, com amigos e casamentos, tanto nos defeitos ou qualidades como históricos de vida ou interesses, é o minimo para haver uma ligação. O futuro é sempre o imprevisto, essa coisa de atirar em um mar de possibilidades, mas a gente tbm nunca deixa de planejar mesmo que não saiba se realmente vai acontecer, e até nossos planos tem um pouco do histórico nosso, com base no que já foi é que a gente tenta moldar o que vai vir ou esperar.

    Ai, ser humano é uma coisa muito complicada.rs

 

Deixe seu comentário

Monica Ramalho

Monica Ramalho

Como me achar

(21) 99163.0840
moniramalho@gmail.com

Arquivo

Caixinha de Música