fev
17


Após imprimir seus sopros em um punhado de álbuns coletivos – como Garrafieira, Sincronia Carioca e LiberTango -, o saxofonista e flautista Alexandre Caldi lança ‘Festeiro’, o primeiro solo, com repertório quase todo autoral. Há semanas ouço todos os dias, religiosamente, quatro faixas: ‘Quase portenho’, ‘Salsamba’, ‘Galope’ e ‘Santa Teresa’. Alex regravou três clássicos, só que com arranjos inovadores: ‘Canto de Xangô’ (Baden Powell e Vinicius de Moraes), ‘Deixa a menina’ (Chico Buarque) e ‘Receita de samba’ (Jacob do Bandolim). Ah, claro, estou contando tudo isso para chamar você: vai ter show nesta quarta, dia 20, às 21h, no Centro Cultural Carioca – Rua do Teatro, 37, Centro, com ingressos a R$ 20.

“Poucas vezes subi num palco com meu nome em destaque no letreiro. Isso vai mudar daqui pra frente”, diverte-se o músico, que estreará acompanhado por Nando Duarte no violão e na guitarra, Marcelo Caldi no acordeon e no teclado, Rodrigo Villa no baixo, Fábio Luna na percussão e Carlos César Motta na bateria. O show terá as participações especiais do violinista Nicolas Krassik e do saxofonista Mauro Senise.

(Foto: Clarice Grivichich)

Você pode deixar uma mensagem, ou um trackback do seu próprio site.

Deixe seu comentário

Monica Ramalho

Monica Ramalho

Como me achar

(21) 99163.0840
moniramalho@gmail.com

Arquivo

Caixinha de Música