set
16

Em outra língua

Publicado por Monica Ramalho in By Monica Ramalho
É claro que essa não foi a primeira vez que senti falta do inglês, a maldita ‘segunda língua’ que todos temos que saber desde os cueiros para engatinhar neste mundo competitivo e globalizado. Já tentei aprender outras vezes, admito. E até me interessei pela dinâmica da Cultura Inglesa nos dois semestres em que estive por lá, mas mudei de emprego, não havia ‘Adult Centre’ na unidade mais próxima e me recusei a estudar com crianças!

Outro dia, assisti a um concerto inebriante, dos gringos Haim Isaacs e Izidor Leitinger, na MIMO e fiquei na vontade de trocar umas idéias com eles. Quem disse que consegui? Um sorrisinho pra cá, outro ‘congratulations’ pra lá e um ‘see you’ evasivo no final, com retirada à francesa para não parecer antipática.

Tudo isso para contar que hoje começam minhas aulas semanais do idioma da terra do jazz com uma professora particular. Aliás, faremos eu e Val (que fala mais do que eu, o que, convenhamos, não é difícil). Já tiramos o pó das gramáticas e dicionários e tal. Adoro me equipar! Difícil mesmo vai ser não sair enrolando a língua: a professora ensina bem ali no Baixo Gávea :))

* Foto de Chris Amaral *

Você pode deixar uma mensagem, ou um trackback do seu próprio site.

10 respostas to “Em outra língua”

 
  1. Sacha disse:

    Mas as aulas não vão ser exatamente na mesa de bar, não ne?!?! Aula particular é muito bom, só complica porque tem a possibilidade de desmarcar… Não caiam nessa! O meu inglês também é intuitivo, adoro aquele vozeirão em off, de trailer de filme de suspense americano! O inglês fácil e mágico dos Beatles… Mas minha paciência para aulinhas, principalmente com crianças (concordo com você!) é curta. Morei 3 meses em São Francisco, na Califórnia, foi um intensivão inesquecível, recomendo a todos. Bj!

  2. Claudia Holanda disse:

    moniquinha, eu bem sei do teu passado nessa aulas da Cultura. as apresentações entre os alunos nunca foram as mesmas.

  3. feroli disse:

    Terra do blues!!!!!
    Pelo jeito as dificuldades de Moniquinha serão outras…..

  4. Val Becker disse:

    Ahahahahah… Claudinha! Inesquecível mesmo sem ter visto a cena (infelizmente!!!)
    Mas hoje a coisa lá vai ser diferente… a teacher já sabe quem somos, portanto, dispensa apresentações detalhadas.
    :))

  5. monica disse:

    gente… hahaha… impagável a aula e só conto ao vivo hahahaha

  6. PAUL CONSTANTINIDES disse:

    Very good Monica.
    first..correct Adult Centre….no no…
    Adult Center..KKKKKKKK

    aqui. fica o minha oferta para ajudas online…duvidas, etc, sobre a lingua da terra do blues, do jazz e da torta de queijo..hummm

    nao eh dificil aprender ingles, pior eh para o falante da lingua inglesa aprender a nossa..sei disso, pq dou aulas de portugues por aqui, entre outras coisas.

    abs
    bjs
    paul

  7. PAUL CONSTANTINIDES disse:

    aqui vai a primeira licaozinha online.KKKKKKKKKKKKKKKKKKK

    paul, do you can indicate for me some grammar in english?

    quando fazer uma pergunta em ingles o verbo vem antes do YOU, HE, I, etc..
    entao o correto eh

    CAN YOU INDICATE?

    OUTROS EXs.

    HOW ARE YOU?

    CAN YOU SEND MY CD? (KKKKK)

    NAO ESQUENTA NAO MENINA.
    BJS
    PAUL

    E PUTZ ESTE SHOW DO 3D AI NO RIO…MAIS UM LANCE LEGAL Q ESTOU DEIXANDO DE VER…SNIFSSS

  8. PAUL CONSTANTINIDES disse:

    CORRIGINDO O CORRIGIDO..
    🙁

    CAN YOU SENT ME MY CD?

    professor ruinzinho este daqui…precisando de muito cafeh hoje.
    abs

  9. Claudia Holanda disse:

    Paul, outra coisa..

    “Centre” é correto no inglês britânico, como é o caso da escola cultura inglesa.
    Falar “Center” é inglês americano.

  10. PAUL CONSTANTINIDES disse:

    merci claudia

 

Deixe seu comentário

Monica Ramalho

Monica Ramalho

Como me achar

(21) 99163.0840
moniramalho@gmail.com

Arquivo

Caixinha de Música