out
09

Densa umidade do ar

Publicado por Monica Ramalho in By Monica Ramalho

A nuvem que, plena, chora
As lágrimas na janela
Te faz parecer aquela
Imagem que tem lá fora.

Você chove dentro, e embora
Nenhuma gota singela
Derrame, é mesmo com ela,
A seco, que inunda agora.

Teriam então diferenças
As duas chuvas imensas?
Enquanto uma escorre, a outra arde

Nos seus olhos tão vermelhos,
Que desenham numa tarde
Janelas mais como espelhos.

* ‘Sonetinho para as chuvas’, poema de Henrique Rodrigues *

Você pode deixar uma mensagem, ou um trackback do seu próprio site.

Uma resposta to “Densa umidade do ar”

 
  1. Anonymous disse:

    Thanx.:)
    bj do HR

 

Deixe seu comentário

Monica Ramalho

Monica Ramalho

Como me achar

(21) 99163.0840
moniramalho@gmail.com

Arquivo

Caixinha de Música